De Euquandoforgrande a 8 de Outubro de 2007 às 10:43
Encontrei esta boinita ave na ilha de Porto Santo, há uns 4 anos atrás. Tirei até uma fotografia, por nunca ter visto pássaro igual.

De Logica&ecologica a 8 de Outubro de 2007 às 10:59
Por aqui há muitas. Crescemos a olhar para elas. Parabens pelo destaque no sapo

De Pedro a 8 de Outubro de 2007 às 12:05
Olá,

Já devem saber, mas o blog Verde está novamente em destaque :) É um justo reconhecimento pelo excelente blog que têm.

Pedro

De Pedro a 8 de Outubro de 2007 às 12:06
Olá,

Já devem saber, mas o blog Verde está novamente em destaque :) É um justo reconhecimento pelo excelente blog que têm.

Pedro

De Belinha Fernandes a 8 de Outubro de 2007 às 13:51
que bonito!

De Lena a 8 de Outubro de 2007 às 14:12
Desde miúda que gosto de observar esta ave, as cores das penas estão tão bem combinadas que parece ter saído do gabinete de um bom estilista. O bico e a poupa são também muito curiosos. No Baixo Alentejo, havia muitas, principalmente em locais isolados. Nesta região até se contava uma história muito engraçada sobre as poupas.
Os vossos temas são muito úteis, vou divulgar.
O destaque é muito bem merecido.
Continuação de bom trabalho!
M.H.

De José a 8 de Outubro de 2007 às 14:23
Verde é também o Ecoline (http://ecoline.ics.ul.pt), embora seja ainda um percurso em construção, que mais não seja verde de esperança...

De afronauta a 8 de Outubro de 2007 às 15:20
A esta hora deve estar alguém a ler um blog do outro lado do estreito de Gibraltar onde se fala das Poupas e que diz que é uma ave marroquina e que passa o verão em Portugal... Os animais não são deste ou daquele país, principalmente os migratórios, existem na Terra e infelizmente em cada vez menos número, tirando o vírus homem, digo, o ser humano! É que muitas vezes são tratados como propriedade, como se isso desse prestígio. Nunca vi ninguém orgulhar-se de ter mosquitos ou moscas, como se esses fossem dispensáveis e envergonhassem os países onde existem, ainda que sejam tão importantes quanto qualquer outra família deseres vivos, simplesmente pelo facto de existirem como produto da natureza.

De Mariana a 8 de Outubro de 2007 às 20:52
Gostei imenso do blog.
Parabéns :D

De paulug a 28 de Outubro de 2007 às 01:48
Linda poupa, exelente post, belo blog!