11.8.08

Partindo de um material desenvolvido por pesquisadores japoneses, engenheiros holandeses estão a criar a primeira "estrada verde", capaz de eliminar da atmosfera a poluição emitida pelos veículos que nela se movimentam.


Uma pequena estrada na cidade de Hengelo, Holanda, será pavimentada com um cimento especial contendo um aditivo capaz de capturar partículas de óxidos de nitrogénio emitidas pelos escapes dos veículos.

 

Mais conhecidos pela sigla NOx, os óxidos de nitrogénio estão entre os piores gases poluentes emitidos na atmosfera, sendo os principais responsáveis pela chamada chuva ácida.

O cimento purificador de ar recebe na sua fórmula um aditivo à base de dióxido de titânio. Quando exposto à luz do Sol, o material reage com os óxidos de nitrogénio, transformando-os em nitratos, que são inofensivos ao meio ambiente. Basta uma chuva para que todo o pó inerte seja lavado e a estrada fique limpa de novo.

 

A estrada de Hengelo foi escolhida porque está sendo reconstruída e por causa da excelente qualidade do ar da região, que permitirá um acompanhamento preciso dos resultados obtidos com a pavimentação capaz de eliminar a poluição do ar. As obras deverão terminar até o final de 2008.

(fonte)


31.7.08

A ONU recomendou aos funcionários e corpo diplomático que deixem nos armários a roupa tradicional e optem por uma indumentária informal que se adapte melhor ao novo plano de poupança energético a implementar na sede da organização.

A iniciativa denominada "Cool UN" prevê subir em Agosto o termóstato do ar condicionado na emblemática sede da Secretaria da ONU de 22,2 para 25 graus centígrados e de 21,1 para 23,9 graus centígrados no anexo que alberga as salas de conferências da organização, anunciaram hoje os seu responsáveis.

Em consequência, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, autorizou a que se flexibilize o código de vestuário para que os cerca de cinco mil funcionários possam adaptar-se ao aumento da temperatura ambiente.

"Não nos vamos meter a polícias da moda mas o que procuramos é que as pessoas possam vestir roupas mais frescas", indicou, numa conferência de imprensa, Michael Adlerstein, responsável pelo projecto de modernização da sede da ONU.

Adlerstein deu o exemplo escolhendo para a ocasião uma camisa branca e calças caqui, em vez do tradicional fato escuro e gravata com que costuma luzir o reconhecido arquitecto nova-iorquino.

A ONU calcula que a diminuição do consumo de ar condicionado permitirá reduzir em cem mil dólares (cerca de €70,000) a factura energética do edifício e evitar a emissão de 300 toneladas de dióxido de carbono, o gás apontado como o principal responsável pelas alterações climáticas.

Adlerstein indicou que se a iniciativa der bons resultados, ela poderá estender-se para além de mês de Agosto e aplicar-se nos meses de Inverno, embora neste caso a recomendação seja usar roupas que conservem o calor corporal.

A ONU recordou, num comunicado, que os participantes na conferência internacional sobre alterações climáticas realizada no Verão passado na Ilha indonésia de Bali já acordaram adoptar una indumentária mais adequada ao clima tropical.

(fonte)


Link do postPor Ventura, às 01:52  Comentar

26.5.08

 A associação ambientalista Quercus classificou hoje como uma desilusão a meta traçada pelos países mais industrializados do mundo de reduzirem as emissões poluentes para metade até 2050, considerando que o importante era ter definido uma meta para 2020.

 

"A meta para 2050 deveria estar entre os 60 e os 80 por cento de redução de emissões de gases com efeito de estufa relativamente aos valores de 1990. Cinquenta por cento de redução fica aquém das expectativas", comentou à agência Lusa Francisco Ferreira, dirigente da Quercus.

Fonte: Agência Lusa 

 

Link do postPor AndréV, às 10:41  Comentar

21.10.07
A quantidade de dióxido de carbono que os oceanos absorvem tem estado a diminuir nos últimos 10 anos, o que pode acelerar o efeito de estufa, segundo um estudo da Universidade de Ânglia Oriental (Inglaterra).

Os investigadores analisaram a absorção de CO2. Ao todo realizaram 90 mil medições em navios mercantes no Atlântico Norte, entre meados dos anos 1990 e 2005. Os dados mostram uma redução pela metade do CO2 absorvido pela massa oceânica.

Segundo os autores do estudo, publicado no Journal of Geographysical Research, os resultados são ao mesmo tempo surpreendentes e inquietantes. Indicam que com o tempo o oceano pode ficar saturado com as emissões de CO2, produto da actividade humana.

Os investigadores não puderam estabelecer por enquanto se a menor absorção de CO2 pelos oceanos é consequência directa das alterações climáticas ou um fenómeno natural.
Noticia retirada d´aqui...
Link do postPor Ventura, às 17:12  Comentar


Olá a todos! Aqui está um novo blog "verde" por sinal, aqui ficarão registados pequenos apontamentos acerca do nosso mundo natural, ecologia, ambiente, entre outros... O objectivo? Aprendermos todos um pouco mais. Esperemos que gostem!
Pesquisar no Verde
 
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Semana no Verde

2ª feira - Fauna & Flora
ver
3ª - Locais Verdes
ver
4ª - Conselhos Verdes
ver
5ª feira - Imagem Verde da Semana
ver
6ª feira - Blog/Associação Verde da Semana
ver
www.greenpeace.pt
Contactar o Verde
Se tiver algo a dizer sobre o Verde, não hesite em contactar-lo. A sua opinião será sempre útil e bem vinda. Os contactos são: daniela_urbano1@hotmail.com andre.f.veiga@gmail.com
Comentários Recentes
Obliglado devem ser estabelecidas regras têm siste...
Se ao invés disso eles eram animais que serão bloq...
Olá, parabéns pelo blog!Conte conosco para dicas e...
Posts mais Comentados
blogs SAPO