27.7.08

 

 

Os pinguins são animais habituados ao frio e, por isso, estão a ter muitos problemas com o aquecimento global.

 

Os biólogos estão preocupados com as novas migrações que indicam o sofrimento destas aves, noticia a Globo.

 

Durante esta época (é Inverno no hemisfério sul), os pinguins deixam a gélida região da Patagónia Argentina e sobem o Atlântico à procura de comida. Por isso, são visitantes comuns nas praias do sul e sudeste brasileiros. No entanto, nunca foram tão longe como este ano.

 

Em Salvador, foram encontrados 200 em apenas duas semanas. Para chegar lá, nadaram quase dez mil quilómetros. Só este ano, no litoral norte do Rio de Janeiro, foram encontrados 261 pinguins, um número maior do que a soma dos últimos dois anos.

 

Fonte : IOL Diário


Pergunto-me, será que eles não são capazes de se habituar ao nosso clima? Muito antes, diz-se que eles foram os únicos a resistir ao frio, e ao longo dos anos foram se habituando... não se poderiam desabituar?

sinto-me: pinguim verdinho
Link do postPor Le Petit Pingouin, às 23:07  Ver comentários (4) Comentar

12.7.07
Empresa brasileira tem primeiro plástico "verde" certificado do mundo

A Braskem anunciou a produção do primeiro polietileno a partir do etanol de cana-de-açúcar certificado mundialmente, utilizando tecnologia competitiva desenvolvida no Centro de Tecnologia e Inovação da empresa. A certificação foi feita por um dos principais laboratórios internacionais, o Beta Analytic, atestando que o produto contém 100% de matéria-prima renovável.

Plástico verde

O polímero verde da Braskem - polietileno de alta densidade, uma das resinas mais utilizadas em embalagens flexíveis - é resultado de um projecto de pesquisa e desenvolvimento que já recebeu cerca de 5 milhões de dólares em investimentos.

Parte desse montante foi destinada à implantação de uma unidade-piloto para produção de eteno - base para fabricação do polietileno - a partir de matérias-primas renováveis no Centro de Tecnologia e Inovação Braskem, que já está produzindo quantidades suficientes para o desenvolvimento comercial do produto.

"A liderança da Braskem no projecto do polietileno verde confirma o nosso compromisso com a inovação e o desenvolvimento sustentável e abre perspectivas muito positivas para o desenvolvimento de produtos plásticos feitos a partir de matérias-primas renováveis, um campo em que o Brasil possui vantagens competitivas naturais", afirma José Carlos Grubisich, presidente da empresa.


Plástico de etanol

O projecto entra agora em fase de detalhamento técnico e económico, e o início da produção do polietileno verde em escala industrial está previsto para o final de 2009. A nova unidade deverá ter tecnologia moderna e escala competitiva, podendo atingir capacidade de produção de até 200 mil toneladas por ano.

A produção de plásticos a partir do etanol destina-se a suprir os principais mercados internacionais que exigem produtos com desempenho e qualidade superiores, com destaque para a indústria automobilística, de embalagens alimentícias, cosméticos e artigos de higiene pessoal.

Avaliações realizadas na fase inicial do projecto constataram um enorme potencial de crescimento e de valorização do mercado de polímeros verdes. Como essas resinas têm o mesmo desempenho e propriedades do produto similar obtido a partir de matéria-prima não renovável, a indústria de manufacturados plásticos deverá beneficiar-se desse importante desenvolvimento sem a necessidade de fazer investimentos em novos equipamentos.

Fonte de informação: Inovação Tecnológica






Bem esta semana a participação foi um bocadinho inferior ao habitual, apenas 25 pessoas responderam à pergunta da semana... Mas a esses 25 um muito Obrigado.

Os resultados, pois a maioria não sabia da existência de um plástico verde. Espero que tenham ficado esclarecidos e que respondam à nova pergunta da semana.
Link do postPor Marta Santos, às 11:40  Ver comentários (2) Comentar

29.6.07
O Brasil já é o maior reprocessador de latas de alumínio do mundo e tem um dos mais altos desempenhos em reaproveitamento de papelão. Agora, o pioneirismo na reutilização completa das embalagens longa vida faz do país referência mundial em reciclagem. Incorporadas nas últimas décadas ao quotidiano de milhões de pessoas, essas caixinhas compostas de papel, alumínio e plástico trouxeram praticidade ao dia-a-dia e até benefícios sociais – da duradoura possibilidade de estocagem ao aumento no consumo de leite entre as camadas da população que não dispõem de geladeira.

ler mais

Fonte de informação: revista do meio Ambiente



Link do postPor Marta Santos, às 19:52  Comentar


Olá a todos! Aqui está um novo blog "verde" por sinal, aqui ficarão registados pequenos apontamentos acerca do nosso mundo natural, ecologia, ambiente, entre outros... O objectivo? Aprendermos todos um pouco mais. Esperemos que gostem!
Pesquisar no Verde
 
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Semana no Verde

2ª feira - Fauna & Flora
ver
3ª - Locais Verdes
ver
4ª - Conselhos Verdes
ver
5ª feira - Imagem Verde da Semana
ver
6ª feira - Blog/Associação Verde da Semana
ver
www.greenpeace.pt
Contactar o Verde
Se tiver algo a dizer sobre o Verde, não hesite em contactar-lo. A sua opinião será sempre útil e bem vinda. Os contactos são: daniela_urbano1@hotmail.com andre.f.veiga@gmail.com
Comentários Recentes
para tu informação eu acho que tu não sabes muito ...
Olá!! Eu tenho o meu porquinho faz já algum tempo,...
Obliglado devem ser estabelecidas regras têm siste...
Posts mais Comentados
subscrever feeds
blogs SAPO