1.4.09

A Sociedade Polis Ria Formosa iniciou hoje a limpeza de mais de 800 toneladas de resíduos ali acumulados há décadas, retirando o entulho das áreas navegáveis e margens junto à Ilha da Culatra. Eliminar a poluição é um dos objectivos da empreitada, orçada em 728 mil euros e que visa retirar das ilhas-barreira e parte continental da ria embarcações velhas, entulho, artes de pesca degradas e outros resíduos.

A acção arrancou hoje na Ilha da Culatra - a mais populosa e também onde existem mais resíduos a ser retirados -, embora tivesse sido já feita uma intervenção, por terra, na zona nascente da Praia de Faro. Durante as próximas semanas, uma barcaça vai transportar todos os resíduos recolhidos pela equipa de cerca de dez homens, que, com a ajuda de escavadoras, tem realizado as operações, agora centradas na Culatra.

(mais)


22.10.08

A Greenpeace lançou o aviso que se não forem tomadas medidas drásticas o mais rapidamente possível para impedir a desflorestação na Indonésia, as suas florestas poderão desaparecer dentro de 10 anos.

(© 2008 National Geographic)

Link do postPor Ventura, às 09:40  Comentar

16.9.08

(TVNet)


23.7.07

Sabiam que o chorão, uma planta muito característica nos dias de hoje nas dunas das praias do litoral português, é uma planta com o estatuto de planta infestante?

Esta planta é facilmente reconhecida, sendo um cametófito rastejante de caules que podem atingir vários metros. As folhas são carnudas com secção triangular e ápice agudo. As flores, com um diametro de 5 a 9 centímetros, costumam ser amarelas ou purpurescentes.

De origem africana, o Carpobrotus edulis foi introduzida em Portugal para fins ornamentais e cultivada frequentemente para fixação de dunas.

A grande facilidade de invasão desta planta deve-se ao seuvigoroso crescimento vegetativo, levando á formação de extensos tapetes contínuos, impenetráveis, que substituem a vegetação nativa e impedem o seu (re)estabelecimento. Promove a acidificação dos solos facilitando o seu próprio desenvolvimento. Os frutos são comidos por pequenos mamíferos que dispersam as suas sementes. O facto de impedirem o (re)estabelecimento da flora nativa das dunas, provoca o seu desaparecimento, acabando assim a primeira defesa natural contra a subida do mar, provocando situações como esta:

As plantas nativas (imagem inferior) com as suas raízes longas e fortes penetram na areia formando uma estrutura de suporte para as dunas, mas o chorão (imagem superior) com as suas raízes superficiais não ajuda no suporte das dunas.

Não desprezando o factor humano na destruição das dunas em Portugal, o chorão é considerado um dos principais destruidores dunares.

A Universidade do Algarve já tem promovido algumas campanhas de sensibilização, e controlo desta praga, das populações residentes a fim de tentar combater esta planta mas, com a continua falta de informação e o desinteresse tanto da população como dos políticos, têm tornado ineficaz todo o esforço realizado uma vez que as zonas que sofreram este controlo acabaram por ser reinvadidas.

  



Olá a todos! Aqui está um novo blog "verde" por sinal, aqui ficarão registados pequenos apontamentos acerca do nosso mundo natural, ecologia, ambiente, entre outros... O objectivo? Aprendermos todos um pouco mais. Esperemos que gostem!
Pesquisar no Verde
 
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Semana no Verde

2ª feira - Fauna & Flora
ver
3ª - Locais Verdes
ver
4ª - Conselhos Verdes
ver
5ª feira - Imagem Verde da Semana
ver
6ª feira - Blog/Associação Verde da Semana
ver
www.greenpeace.pt
Contactar o Verde
Se tiver algo a dizer sobre o Verde, não hesite em contactar-lo. A sua opinião será sempre útil e bem vinda. Os contactos são: daniela_urbano1@hotmail.com andre.f.veiga@gmail.com
Comentários Recentes
Obliglado devem ser estabelecidas regras têm siste...
Se ao invés disso eles eram animais que serão bloq...
Olá, parabéns pelo blog!Conte conosco para dicas e...
Posts mais Comentados
blogs SAPO