6.8.07

Criado pelo Decreto-Lei nº373/87, de 9 de Dezembro, posteriormente regulamentado pelo Decreto-Regulamentar nº2/91, de 24 de Janeiro, o Parque Natural da Ria Formosa estende-se ao longo de 60km da costa sotavento do Algarve (e não Allgarve!), entre o Ancão (concelho de Loulé) e a Manta Rota (concelho V. R.Sto Antonio), ocupando cerca de 18400 hectares, distribuidos pelos concelhos de Olhão, Loulé, Tavira, V. R. de Sto António e Faro. Anteriormente a Ria Formosa tinha estatuto de Reserva Natural, instituído em 1978.

A maior parte desta área corresponde ao sistema lagunar da Ria Formosa, um cordão de ilhas e peninsulas arenosas que se estende mais ou menos paralelamente à costa, protegendo uma laguna onde se desenvolve um labirinto de sapais, canais, zonas de vasa e ilhotes.

Estas caracteristicas naturais e a sua situação geográfica elegem-na como àrea de grande importância do ponto de vista da avifauna, sobretudo a aquática. Nesta qualidade, pela Convenção de Ramsar (tratado inter-governamental adoptado em 1971 na cidade iraniana de Ramsar) o parque foi classificado como Zona Húmida de Interesse Internacional.

O parque constitui uma zona de invernada de aves provenientes do Norte e Centro da Europa, com destaque para algumas espécies de anatideos, como a piadeira (Anas penelope), o pato-trombeiro (Anas clypeata), o marrequinho-comum (Anas crecca) e o zarro-comum (Aithya ferina), e os limícolas, como o pilrito-comum (Calidris alpina), o fuselo (Limosa laponica), o maçarico-real (Numenius arquata) e a tarambola cinzenta (Pluvialis squatarola). Constitui também uma zona de passagem para as migrações entre o Norte da Europa e a África.

O interesse do Parque não se esgota na avifauna. Constitui uma área de grande interesse botânico; funciona como "viveiro" de espécies marinhas, algumas delas de valor comercial e é uma área importante de reprodução de moluscos bivalves.

O símbolo do Parque é o caimão-comum, espécie rara que em Portugal existe e se reproduz exclusivamente nestes lagos algarvios.

(clica na imagem para ver um camão real)

O Parque Natural da Ria Formosa tem sede em Olhão (perto do Parque de Campismo de Olhão, em Marim) e oferece aos seus visitantes um percurso pedestre de 3 Km, no qual pode visitar:

  • Uma estação romana do séc. IV, com vestígios de antigos tanques de salga de peixe;
  • Um moinho de maré
  • Uma barca de atum que levava o pescado às fábricas de conserva da área
  • Um observatório de aves em liberdade
  • Um aquário anexo ao Centro de Educação Ambiental
  • Centro de Recuperação de Aves, onde se reabilitam aves feridas
  • Centro de Reprodução e Criação de Cães-de-Água do Algarve

Poder-se-á ainda visitar o Chalet do Poeta João Lúcio onde funciona actualmente uma Ecoteca. Este Chalet e a extraordinária Quinta da Regaleira (em Sintra) são os únicos exemplos da arquitectura simbolista em Portugal. O passeio pelo Parque tem em média a duração de uma hora e trinta minutos, mas se tiver a curiosidade suficiente para explorar todo este habitat natural, pode demorar o dobro do tempo, contribuido para tal umas simpáticas cabanas de madeira estratégicamente construidas para, em silêncio, conseguir observar toda a fauna caracteristica do Parque.

Aqui em baixo ficam algumas fotografias do parque. Cliquem nelas para aumentar.

     


A Ria tem também uma enorme importância económica devido à variedade de peixe, marisco e bivalves, sobretudo para Olhão, cidade também conhecida por ser a capital da Ria Formosa. Aqui se cultiva a ameijoa, saindo desta área cerca de 80% do total de exportação do país. A dourada, o robalo e o atum são peixes abundantes.

Mais informações acerca do parque aqui...

Como chegar lá? Clica aqui...

Contactos do Parque:

Sede
Centro de Educação Ambiental de Marim - Quelfes
8700 OLHÃO

Tel.: (351) 289700210
Fax: (351) 289700219

Link do postPor Ventura, às 15:17  Comentar

De Liliana a 7 de Agosto de 2007 às 11:02
http://www.petitiononline.com/alviela/petition.html

Agradeciamos que nos ajudassem a divulgar esta causa. Leiam e se quiserem ajudem. Obrigado.

De floripes a 17 de Outubro de 2008 às 18:06
gostava de saber a opinião do vosso blog sobre a morte de aves na ria formosa,pois em agosto ~morreram mais de 100 patos reais numa ETAR em olhão e até agora,só o blog olhão livre denuncia esta situação.nimguém sabe porque morreram as aves.
com apresentar uma queixa contra o responsavel pela ETAR?
gostava de saber a vossa posição sobre o assunto.
obrigado Floripes.

De Ventura a 20 de Outubro de 2008 às 00:40
Segundo o que pesquisei as aves morreram de uma doença chamada botulismo (http://pt.wikipedia.org/wiki/Botulismo), estando amostras dos patos a serem analisadas. Nós já tínhamos referido este caso no post http://o-blog-verde.blogs.sapo.pt/65818.html
Não consegui descobrir se sempre foi confirmada a doença ou outra causa.

De floripes a 20 de Outubro de 2008 às 12:13
ventura obrigado pelo seu esclarecimento. No entanto gostaria de saber em que organismo ,fez as análise e como se pode ter acesso a esse documento. o motivo do meu interesse é que essa ETAR continua a funcionar mal, deitando para a atmosfera cheiros de tal forma nauseabundos que a população há volta dessa ETAR por vezes até ficam com nauseas.para não falar da qualidade da água das lagoas que despejam para a ria formosa, a menos de 50 metros de viveiros de amêijoas que vão servir para consumo humano. Não hverá perigo para a saúde publica? além disso as aves continuam a pousar nessas lagoas havendo o perigo de mais mortes. neste momento há vários blogs que estão prontos a denunciar esse problema ainda recentemente o blog Olhão a> livre publicou um post sobre o assunto onde pelas fotos se pode ver a podridão das lamas há volta dessa ETAR de poente de Olhão. obrigado pela a atenção cumprimentos.
Floripes.

De Ventura a 22 de Outubro de 2008 às 14:16
Não sei aonde podes te informar acerca disso. Mas se for comprovado que existe mal-funcionamento da ETAR é claro que O Blog Verde apoiará qualquer acção para evitar que isso volte a acontecer!
Obrigado pelo interesse demonstrado e pela informação!

Ventura

De juliana martins a 11 de Julho de 2011 às 23:47

A Ria Formosa dever ser protegida e limpa, cabe a todos nós manter este parque em condições para evitar que mais espécies entrem em extinção, devemos valorizar e proteger o nosso património natural, tal como valorizamos e protegemos a nossa vida e a da nossa família, todos os Verões eu vou apanhar lixo da ria, e tu, o que fazes pelo meio ambiente? Vamos, mãos á obra pensem ecologicamente, pensem verde.


 


De Marisol Vera a 12 de Julho de 2011 às 12:23
Bom dia a todos gostei muito do que li e a informação que passaram cada vez mais temos que alertar e sensibilizar a todos para proteger e cuidarmos o que é nosso a Ria Formosa merece contem comigo.

De marioferradeira a 23 de Janeiro de 2012 às 17:02
    Vivo perto da Ria Formosa e desde sempre que tem feito parte da minha vida. Preocupa-me  que os nossos governantes, não tenham tomado medidas que ajudem a diminuir a poluição na Ria. Como por exemplo, porque não está construída uma ciclovia até à praia de Faro? Muitas pessoas iriam dar um passeio de bicicleta e não levariam o carro para a ilha. Para quando a diminuição de barcos na ria de modo a salvaguardar as espécies que nela crescem e tendem a desaparecer, como por exemplo os cavalos marinhos?

De Margarida Cabanita a 13 de Março de 2012 às 13:57
O Parque Natural da Ria Formosa,é de todos nós,é uma mais valia para ajudar a desenvolver o turismo natural, e económico.Pois da Ria várias famílias retiram o seu susustento. Não concordo com o que comenta sobre a retirada dos barcos da Ria,este meio de transporte é maravilhoso para dar a conhecer aos visitantes a riqueza da natureza ,que nós temos a felicidade de conviver. Não concorda?

Olá a todos! Aqui está um novo blog "verde" por sinal, aqui ficarão registados pequenos apontamentos acerca do nosso mundo natural, ecologia, ambiente, entre outros... O objectivo? Aprendermos todos um pouco mais. Esperemos que gostem!
Pesquisar no Verde
 
Agosto 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
16
17

19
21
22
23
24
25

26
28
29
30
31


Semana no Verde

2ª feira - Fauna & Flora
ver
3ª - Locais Verdes
ver
4ª - Conselhos Verdes
ver
5ª feira - Imagem Verde da Semana
ver
6ª feira - Blog/Associação Verde da Semana
ver
www.greenpeace.pt
Contactar o Verde
Se tiver algo a dizer sobre o Verde, não hesite em contactar-lo. A sua opinião será sempre útil e bem vinda. Os contactos são: daniela_urbano1@hotmail.com andre.f.veiga@gmail.com
Comentários Recentes
Obliglado devem ser estabelecidas regras têm siste...
Se ao invés disso eles eram animais que serão bloq...
Olá, parabéns pelo blog!Conte conosco para dicas e...
Posts mais Comentados
50 Comentários
28 Comentários
blogs SAPO